ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

DFC / DVA / DRE / BP, DRE e DMPL / IMPACTOS DA LEI 12.973/14 e IN 1700/17, Abordagem Contábil e Tributária

Objetivos

• Proporcionar ao profissional uma visão abrangente e prática na elaboração das Demonstrações Contábeis em especial a DFC - Demonstração do Fluxo de Caixa e da DVA - Demonstração do Valor adicionado e Demonstração de Resultado Abrangente e DMPL.
• Conhecer as demais normas relacionadas com a apresentação das Demonstrações Contábeis, como Segmentos, Intermediárias, Eventos Subsequentes e Mudança de Politica, Estimativa e Erro.
• Conhecer as principais divulgações referentes a notas explicativas relacionadas às normas contábeis vigentes e necessárias a elaboração confiável das Demonstrações Contábeis.
• Conhecer os principais impactos da Lei 12.973/14 e IN 1700/17 na elaboração do plano de contas da empresa.



Público-alvo

Controllers, Contadores, Gerentes da área Contábil, analistas, auditores e outros interessados no assunto.

Metodologia

Aula expositiva, com exemplos práticos, elaboração de exercícios e estudos de caso, focando os procedimentos de elaboração e apresentação das Demonstrações e demais normas necessárias que envolvem seu procedimento, apresentação e informações confiáveis.

Instrutor

Ana Abreu
Bacharel em Ciências Contábeis pela UNIB, Pós-Graduada em Direito Tributário pelo IBET/USP e também em Finanças e Controladoria pela FGV, MBA em gestão Tributária pelo INPG. Certificada em IFRS emitido pelo ACCA (março de 2009 ).
Atuando há mais de 25 anos, profissionalmente na área de controladoria, fiscal e planejamento tributário de grandes multinacionais, com vivência em segmentos de destaque, tais como Informática, Serviços, Terceiro Setor e Indústria e Comércio de Cosméticos, etc. Responsável por trabalhos de destaque na área de planejamento tributário focando a implantação de novos projetos como centros de distribuição, nova planta industrial, redução da carga tributária, reorganização societária, transfer price, revisões tributárias e eliminação de riscos fiscais.
Atuação destacada em negociações com órgãos governamentais, objetivando regimes especiais, benefícios e incentivos fiscais, MVA ICMS substituição tributária e eliminação de saldo credor de ICMS, resultando em significativa redução da carga tributária.
Coordenação e implantação das novas normas contábeis, Lei 11638/07, Lei 11941/09 e os novos CPCs, visando à convergência contábil para as normas internacionais IFRS.
Coordenação e implantação de SPED - Arquivos Magnéticos, Contábil e Nota fiscal eletrônica. Palestrante e professora em vários cursos de especialização na área contábil e tributária.



Conteúdo Programático

EFEITOS DA IN 1700/17 E 1520/2014 NA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CONTAS
• Analisar os principais impactos das exigências da IN 1700/17 E IN 1520/2014 na elaboração do planto de contas;
• Principais efeitos no ativo, passivo e patrimônio líquido;
• Abertura de contas no resultado para facilitar a escrituração da ECF.

Estrutura Conceitual
• Objetivo do Relatório Contábil-financeiro de propósito geral;
• Características qualitativas fundamentais;
• Características qualitativas de melhoria;
• Representação Fidedigna;
• Influência da Estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das demonstraçõescontábeis;
• Premissa subjacente da Continuidade;
• Elementos das demonstrações contábeis;
• Reconhecimento dos elementos das demonstrações contábeis.

IAS I / CPC 26 Apresentação das demonstrações Contábeis
• Objetivo;
• Alcance;
• Definições;
• Demonstrações Contábeis: estrutura, conteúdo e identificação;
• Finalidade e composição das Demonstrações Financeiras;
• Considerações gerais;
• Apresentação apropriada e conformidade com as práticas contábeis brasileiras;
• Continuidade;
• Regime de competência;
• Materialidade e agregação;
• Compensação de valores;
• Frequência de apresentação de demonstrações contábeis;
• Informação comparativa;
• Consistência de apresentação.

Balanço patrimonial
• Informação a ser apresentada no balanço patrimonial;
• Distinção entre circulante e não circulante;
• Ativo circulante;
• Passivo circulante;
• Informação a ser apresentada no balanço patrimonial ou em notas explicativas;
• Estudo de cases.

Demonstração do resultado e demonstração do resultado abrangente
• Informação a ser apresentada na demonstração do resultado e na demonstração do resultado abrangente;
• Resultado líquido do período;
• Outros resultados abrangentes do período informação a ser apresentada na demonstração do resultado do período ou nas notas explicativas;
• Exercício prático de elaboração da DRA.

Demonstração das mutações do patrimônio líquido
• Tratamento de controladores e não controladores;
• Tratamento dos outros resultados abrangentes;
• DMPL com inclusão da Demonstração de Resultado Abrangente – elaboração.

Notas explicativas
• Estrutura;
• Divulgação de políticas contábeis;
• Principais fontes da incerteza das estimativas;
• Capital;
• Instrumentos financeiros com opção de venda classificados no patrimônio líquido;
• Outras divulgações;
• Estudos de Casos;
• Exigência da RFB da apresentação das notas explicativas no ECD.

OCPC 07 - Evidenciação na Divulgação dos Relatórios Contábil - Financeiros de Propósito Geral
• Objetivo;
• Alcance;
• Principais diretrizes.

OCPC 06 Apresentação de Informações Financeiras Pro Forma
• Objetivo;
• Alcance;
• Principais diretrizes.

IAS 34 / CPC 21 Demonstração Intermediária
• Objetivo, alcance e definições;
• Conteúdo das Demonstrações Intermediárias;
• Componentes mínimos;
• Forma e conteúdo;
• Notas Explicativas Selecionadas;
• Divulgações e Períodos de elaboração.

IFRS 8 / CPC 22 Informação por Segmento
• Objetivo, alcance e definições;
• Segmento Operacional;
• Segmento Divulgável;
• Critérios de Agregação;
• Parâmetros mínimos quantitativos;
• Informações sobre Lucro, Prejuízos, ativos e passivos;
• Conciliações que devem ser apresentadas;
• Informação sobre produtos e serviços;
• Informação sobre área geográfica;
• Informação sobre principais clientes.

IAS 8 / CPC 23 Políticas Contábeis, Mudança de Estimativa e retificação de erro
• Objetivo, alcance e definições;
• Políticas Contábeis;
• Seleção e aplicação de políticas contábeis;
• Consistência de políticas contábeis;
• Mudanças nas políticas contábeis;
• Mudança de Estimativas;
• Retificação e erro;
• Limitações na apresentação retrospectiva;
• Divulgações de erros de períodos anteriores.

IAS 10 / CPC 24 Evento subsequente
• Objetivo, alcance e definições;
• Eventos subsequentes que geram ajustes e que não geram ajustes: tratamento;
• Dividendos;
• Continuidade operacional;
• Divulgações.

Divulgação sobre Partes Relacionadas (IAS 24 – CPC 05-R1)
• Finalidade das divulgações sobre Partes Relacionadas;
• Divulgações para todas as entidades;
• Entidades relacionadas a Governos.

Resultado por ação (IAS 33 – CPC 41)
• Aspectos básicos – Objetivos (não faremos o cálculo).

IAS 27 / CPC 35 Demonstrações Separadas
• Objetivo, alcance e definições;
• Mensuração;
• Divulgações.

CPC 44 Demonstrações Combinadas
• Objetivo, alcance e definições;
• Forma e conteúdo;
• Procedimentos de elaboração.

IAS7 / CPC 03 Demonstração do Fluxo de Caixa
• Conceitos Gerais;
• Objetivo, alcance e benefícios da Demonstração dos Fluxos de Caixa;
• Definição de Equivalentes de Caixa;
• Estrutura da DFC;
• Formas de Apresentação da DFC:
• Atividades Operacionais;
• Atividades de Financiamento;
• Atividades de Investimento;
• Métodos de Apresentação da DFC;
• Método Direto;
• Método Indireto.

Aspectos Específicos
• Depreciação;
• Despesas Financeiras;
• Dividendos;
• Imposto de Renda;
• Transação não Caixa;
• Investimento em Controladas, Coligadas e Empreendimento em Controlado em Conjunto;
• Saldo Bancário a Descoberto;
• Fluxo de Caixa em moeda estrangeira;
• Divulgação e notas explicativas;
• Elaboração de Exercícios práticos.

CPC 09 Valor Adicionado – Sem correlação com IFRS
• A contabilidade social - aspectos conceituais;
• A importância do balanço social;
• A demonstração do valor adicionado - aspectos conceituais;
• A importância da demonstração do valor adicionado;
• Modelos de demonstração de valor adicionado;
• DVA de empresas de prestação de serviços;
• DVA de empresas comerciais;
• DVA de empresas comerciais e industriais;
• Exercícios práticos e estudos de casos.